29 de jun de 2010

Se beber



... não vire monarquista.

24 de jun de 2010

Apresentando:

de.fe.nes.tra.ção

sf (fr défenestration) 1 Ato de violência, pelo qual se lança uma pessoa pela janela. 2 por ext Ato rebelde, pelo qual se atira alguma coisa pela janela.
[Fonte:
http://michaelis.uol.com.br/moderno/portugues/index.php?lingua=portugues-portugues&palavra=defenestra%E7%E3o]

O ato violento e de rebeldia aqui é atirar ao mundo tudo aquilo
que é necessário. Afinal, há coisas que, se não forem lançadas a você como um vaso que cai do 12º andar na sua cabeça, não serão analisadas, pensadas, criticadas, ou -até mesmo- apreciadas.

O título do blog remete a
dois massacres históricos. Em meados de 1400, partidários dos prisioneiros do governo de Praga da época tomaram o prédio e lançaram pela janela membros do conselho da cidade, que, "caindo sobre lanças do povo", acabam mortos. Já em meados de 1600, nobres protestantes da Boemia invadiram o castelo da capital e arremessaram representantes do governo imperial pelas janelas. Estes dois fatos envolvendo defenestrações ficaram conhecidos como Defenestrações de Praga.

É para evitar qualquer novo massacre de atirar pessoas pela janela -ou até mesmo vasos nas cabeças alheias-, que este blog foi criado. Para despejar o que for necessário, sem maiores danos a integridade física humana, porém, podendo devolver ao mundo as pragas que ele tanto difundi.