30 de mar de 2013

Te quiero


Te quero toda
Uma vez mais
Toda mais

Te queiro inteira
Sem meias metades
Ou verdades

Te quero nua
Cheia
Lua

Te quero sim
Te imploro
Choro

E volto atrás
Sem nada mais
Meias verdades
Tuas
Lua
Rua
Vazia

24 de mar de 2013

A obrigatoriedade me desinteressa...

20 de mar de 2013

Libertar


Esse tudo nada que conta essa historia...
Tudo sempre tanto,
tantos tanto,
tantos de nadas...
Ou coisa alguma
de algumas doses,
de bebida pura
sugada d’alma
da adega amarga.
Mais doce fel,
uma dose mais...
Cru(el)
e ainda assim
(me) EmbriagaDA

Me mergulha fundo quando me encara
Me destrói em tragos
De estragos
Dos cacos deixados
Cravados
Sangrados da luta mais bela
e não bélica
que se pode ousar...

Amo sim
Amo tanto que insisto em amar
E amo ele
E amo ela
E amo até mesmo aquela que te me quer amar

Amo,
sem senhor ou senhora,
de amor,
de amar!
Conjugação da 1ª pessoa
Do verbo libertar!

3 de mar de 2013

Alargador
Alarga    dor
A    larga    dor
Presente   teu.
Presença   tua.
Ausência   nossa.